A Locadora Vermelha

A Locadora Vermelha

Era aniversário de um grande amigo. Fizemos faculdade juntos. A festa começava às 19h30. Ainda era cedo. Entrei na Locadora Vermelha e resolvi assistir a alguns episódios daquela série sobre baralhos e política que tanto falam.

Olhei no relógio. 19h25. Era hora de sair.

Sair para buscar os meus netos no cursinho de inglês.

Já estávamos em 2062, e me atrasei para as últimas 45 festas de aniversário.

Thiago Luz

Aterrissagem 

Aterrissagem 

Da janela ela acompanhava o entardecer pintando cores e luzes no horizonte.

Viu um lindo colchão de nuvens gorduchas se formando logo abaixo do avião. Se elevando junto ao horizonte, outras nuvens, essas mais pontudas, formavam um relevo semelhante a uma cordilheira de altas montanhas. Entre a cordilheira e o colchão de nuvens ela viu surgir um lindo lago suspenso que refletia as montanhas e as luzes daquele sol que corria para se esconder depois de um longo dia de trabalho. O avião faz uma leve curva, inclinando sua janela sobre a imensidão azulada de nuvens. O lago então virou mar, as nuvens se fizeram grandes ondas e ela ficou ali, navegando ao balanço daquelas vagas aéreas, tentando imaginar como seriam as pessoas que moravam nos altos castelos que apontavam sobre aquelas montanhas no horizonte depois do vasto oceano. O avião faz mais uma curva e mergulha oceano adentro. Ela prende a respiração para não se afogar nas águas profundas, fecha os olhos e se deixa submergir ao encontro de grandes baleias, lindas arraias e muitos peixes coloridos.

Segundos depois o avião pousa na pista, o piloto repete a mensagem de sempre — dando boas-vindas à terra firme. Ela abre lentamente os olhos, solta o ar que havia prendido, toma novo fôlego… e dá boas-vindas à realidade.

Elena Duarte

Galinha Pintadinha

Galinha Pintadinha

Como tá a vida de pai?

Sonâmbulo!

Mas seu filho tem o quê, três anos, não parou de chorar de noite?

Nem de dia, um inferno!

Meu filho parou cedo. Aliás, os dois. Três meses de choro e pronto, uma paz.

Como cê conseguiu isso? Me conta a mágica!

Galinha Pintadinha.

Sem chance, não vou envenenar a cabeça do meu menino com aquilo!

Mês que vem nasce meu primeiro neto e vou usar também.

Mas nem a pau que coloco isso dentro de casa!

Calma, cara, o negócio é bom se você usar com moderação.

Não vai fazer meus filhos virarem zumbis?

Vai é te tirar desse estado deplorável.

O que você chama de “usar com moderação”?

Sei lá, liga quando cê precisar tomar um banho, trocar uma ideia com a galera…

Sempre que quiser um tempinho pra mim…

Isso, pegou a ideia.

Funciona até quando?

Esperei até os dezoito anos pra tirar…

Gustavo Burla