CD Player

CD Player

 

Mais do que um carro, o sonho dele era ter um CD Player. Queria poder sair pela estrada dirigindo ao som do melhor do Rock and Roll, sentir as curvas, quase o vento no rosto e ignorar que dirigia um gol de geração antiga e comprado de enésima mão. Era o que podia pagar e teve que economizar também no som.

Pesquisou, claro, e encontrou disparates tantos que mais nada o espantava. Tornou-se especialista, procurou marcas, modelos, capacidades e, no balanço entre custo e benefícios, encontrou o que queria: rádio e CD, só, sem pen drive, Bluetooth ou apetrecho que o valha. Também encontrou o lugar, um shopping de orientais que, se não vendia as melhores marcas, tinha os melhores preços, e era de confiança, afirmavam alguns, mesmo sem nota fiscal.

Levou o CD Player pra casa, leu manual de instalação pra não deixar técnico algum tocar seu Rock and Roll Player, batalhou o domingo todo até conseguir ligar. Rádio tocou, numa boa, mas não perdeu tempo com sintonia, foi logo atirando os Rolling Stones na fenda de CD. Não entrava. Full. Tentou de novo e Full.

Realmente sentia alguma coisa ali dentro e resolveu apertar play. Um batuque estranho, coisa de terreiro de macumba, chamando os espíritos de sabe-se lá onde. A medalhinha de São Cristóvão no retrovisor balançava e, com todo o ambiente vibrando naquela batida, resolveu vender o carro com o CD Player.

 

Gustavo Burla

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *