Exército de um homem só

Exército de um homem só

– Que livro difícil.

– Nem é tão grande, a gente divide, um capítulo pra cada um.

Pela semana foram estirando-se os corpos pelo campo.

– Pessoal, vou ter um compromisso no dia da apresentação, alguém pode ficar com a minha parte?

E ela ficou, pra atender, na manhã da véspera do trabalho, um telefonema.

– Foi um problema grave de família, vou ter que viajar, falecimento, não volto a tempo.

Quase na hora do trabalho, toca o celular (por que não desliguei?):

– Tá complicado, trabalho e trânsito e…

Sozinha, visada por toda a turma e pelo professor, mãos trêmulas e pilhas de anotações, ela apresentou o trabalho com todo o compromisso do mundo.

Gustavo Burla

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *