Pelo estômago

Pelo estômago

Ela foi ensinada de menina que homem se prendia pelo estômago. A mãe ensinou os primeiros quitutes, as aulas de culinária no colégio durante o início da adolescência contribuíram com seu quinhão, invencionices alquímicas com os mais exóticos ingredientes ao longo dos anos trouxeram segurança e experiência. Até a noite de, já com seus vinte e poucos, colocar teoria e prática à prova. Luz de velas, vinho brilhando nas taças, aroma quente saindo do forno…

No fim da noite, ele nem tinha tocado na comida. Mas comeu na sua mão.

Táscia Souza

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *