Vá com Deus

Vá com Deus

Esperava pelo ônibus e olhava a vida passar sentado na porta fechada de uma loja. Quando a loja abrisse, sequer saberiam que esteve sentado ali. Toda manhã via as pessoas que passavam. Bom dia, era o que alguns diziam, e ele respondia Bom dia, vá com Deus.

Cumpria à risca seu discurso a cada manhã, a cada passante, e seguia assim pelo dia. Era trocador, esperava pelo ônibus no qual viveria pelas horas seguintes do dia. A cada um que cedia um cumprimento na roleta, respondia Bom dia, vá com Deus.

Foi da porta da loja onde sempre sentava, olhar fascinado pela manhã como em todas, que viu Deus vindo em sua direção. O Divino, também encantado pela manhã que criara, lhe desejou Bom dia. O homem olhou pra longe, na esperança de que o ônibus chegasse naquele instante. Não sabia o que dizer.

Gustavo Burla

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *