Falar pelas costas

Falar pelas costas

Apaixonara-se por ele de um jeito sem explicação. Conversavam com algum sem-jeito, trocavam olhares e as pessoas percebiam.

Ele fala pelas costas!, contou uma amiga. Foram dias com aquele eco e o relacionamento chegando ao limite para uma decisão, até que perguntou, na lata, sem errar as vírgulas: Sim, não consigo evitar, faz parte de mim.

Mantiveram-se com os olhos fixos, queria que não lhe viessem lágrimas e aferrou-se a sua sinceridade como a grande qualidade que um homem pode ter.

Tempo depois, após a mais romântica das noites, do jantar ao sexo, ele dormia de bruços, cansado, e ela ouviu a voz.

Gustavo Burla

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *