Apartamento com vista

Apartamento com vista

Foram meses na busca pelo apartamento com a vista perfeita. Meses de visitas diárias a pelo menos três. Número de quartos, área construída, andar ou quantidade de vizinhos não vinham ao caso: queria a melhor vista. Um dia achou, nem olhou o preço e comprou parcelado: uma varanda pra metade da cidade e uma janela enorme nos fundos pra outra.

Primeira tarde na casa nova depois de tudo arrumado e o encanamento do céu arrebenta; melhor desculpa pra não sair da casa nova. De poucas posses, tudo estava arrumado em pouco tempo e tinha o resto da vida pra vista. Olhou pra frente e deixou o sorriso cair: tudo branco, sem prédios, antenas ou morros. Pela janela dos fundos, o mesmo: um paredão branco.

Primeiro veio o desespero de ter procurado tanto por tudo aquilo e de repente não ter nada no lugar. A alma do apartamento tinha ido por água abaixo e a dele mergulhava atrás sem esperança. Depois, um suspiro de tranquilidade pensou que um dia a chuva ia passar, mas logo afogado pela dúvida do quando. Por fim, acessou o aplicativo do banco e sustou o cheque da parcela: ia pedir desconto porque a vista sumia de quando em vez.

Gustavo Burla

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *