(argumento para um filme que não será)

(argumento para um filme que não será)

Num futuro distópico, relacionamentos são autorizados pelo Estado por no máximo três anos, tempo médio em que o amor se desfaz, segundo pesquisas científicas. Os que descumprem a lei são enviados a colônias penais na Antártida. Pedro e Lúcia, rebeldes e indomáveis, lutarão para permanecer juntos até a morte: pela infidelidade, preservarão a mútua lealdade.

W. Del Guiducci

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *