Eterno retorno

Eterno retorno

Num centro de umbanda, três criaturas esperam.

1 – O que tá esperando aqui?

2 – Um passe, pra quebrar o meu…

1 – Ciclo?

2 – Isso. Você também?

1 – É. Sou Ouroboros, vivo girando em torno do próprio rabo

2 – Você atrás de você?

1 – Não aguento mais me comer, preciso sair da mesmice, esse giro me deixa tonta, é a pior coisa que existe, tô fodida.

2 – Você não viu nada. Meu ciclo é infernal. Meu nome é Sísifo.

1 – O da pedra?

2 – O próprio e tenho tendinite de tanto empurrar o trambolho. Além das cãibras, distensões, fadigas musculares. Um verdadeiro inferno.

1 – Ciclo complicado o seu.

2 – Não aguento mais, preciso quebrar, por isso o passe. Sem ele tô fodido.

1 – Vida repetitiva a nossa, estamos fodidos… E você, quem é?

3 – O povo brasileiro.

Gustavo Burla

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *