Cama de hospital

Cama de hospital

Ninguém quer estar em uma cama de hospital. Flávia também não queria, mas doenças não seguem vontades, apenas aparecem. Aos 35 anos ela foi diagnosticada com câncer por Lair, médico que a acompanhou em todos os momentos do tratamento.

Foram meses de cirurgias, dores e lágrimas familiares, mas Flávia, fortalecendo estatísticas, não resistiu, e Lair perdeu uma paciente. E a esposa.

Sorrisos, promessas e beijos compuseram os últimos dias de Flávia e Lair como cônjuges.

Tudo isso em uma cama de hospital.

Daniel Furlan

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *