Congresso Internacional das Paixões Impossíveis

Congresso Internacional das Paixões Impossíveis

No Congresso Internacional das Paixões Impossíveis, pesquisadores de diversas áreas se reuniram para apresentar suas teorias sobre o tema:

o matemático afirmou que é um número complexo, sendo que, na fórmula a + bi, a e b são pessoas reais, mas b, multiplicado pelo sentimento irrealizável como a raiz quadrada de -1, passa a ser o elo imaginário da relação;

o cosmólogo argumentou ser o multiverso, o conjunto de universos paralelos que os apaixonados criam em suas idealizações a fim de possibilitar a concretização de sua história para além da realidade física onde ela não se realiza, dimensões que passam a abarcar a totalidade de seu espaço, de seus corpos, de sua energia;

o músico chamou de anacruse, as notas que precedem o primeiro tempo forte do compasso inicial de uma melodia, o sentimento que toca antes do próprio tempo;

o escritor, por sua vez, calou-se, por considerar desnecessária qualquer poesia. 

Táscia Souza

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *