Semana Santa

Semana Santa

Desde o mês anterior fazia contas. Somava luz, água, aluguel, descontava alimentação, transporte, uma eventual saída com os amigos e comparava aos valores dos ovos de Páscoa para os sobrinhos. Tudo muito caro, demais, mas criança pequena não tem culpa disso e não vai pagar ficando sem os ovos. Época mais esperada pelos sobrinhos.

Esperando a impressão de alguns arquivos no balcão do xerox, a senhora ao lado pediu ajuda para uma leitura. Estou sem óculos, foi o que disse, mas parecia desconhecer as letras. Com a frase lida no comprovante, identificou: meu dízimo, tenho que tirar uma cópia, pra mostrar, né?

O número era de 1/10 do salário mínimo, multiplicado pela quantidade de fiéis na igreja por menor que fosse, descontados os que recebiam menos e somados os que talvez pagassem mais, comparando aos valores do mercado, concluiu: os sobrinhos do pastor teriam caganeira.

Gustavo Burla

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *